Doe Agora

BUSCA:

 

Jundiaí


O trabalho desenvolvido pela Arca Brasil serviu de modelo para ações semelhantes, como na cidade de Jundiaí , SP.



Nos anos de 1999 e 2000, por iniciativa da Divisão de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde do município, 23 clínicas veterinárias da cidade participaram de uma campanha publica para realizar castrações a preços reduzidos, seguidas de ações educativas. Foram castrados ao todo na cidade mais de 4000 animais, entre cães e gatos.

Resumo:


• Em 1996, na cidade de Taboão da Serra, na grande São Paulo, sob coordenação da Divisão de Zoonoses da Secretaria de Saúde e a participação ativa dos veterinários de 5 clínicas particulares, teve início no país um programa que optou pela conscientização e controle populacional de cães e gatos como forma de reduzir o abandono e o sacrifício desses animais;

• 12.284 cães e gatos castrados até dezembro de 2003 - cerca de 30% da população animal estimada do município, um recorde nacional. Para se ter uma ideia, o Estado de Massachussets, nos EUA, apresenta mais de 80% dos gatos e 70% dos cães castrados;

• Cerca de 20 mil cães e gatos são vacinados anualmente durante a campanha e no Posto Fixo de Vacinação e Registro;

• Desde 1998, os animais recebem a plaqueta de identificação afixada em uma coleira. Graças ao registro, uma média de 5 animais perdidos são devolvidos semanalmente a seus proprietários;

• O programa foi reconhecido em sua validade e pioneirismo pela Organização Pan-Americana da Saude (OPAS). Desde então, obteve repercussão internacional. Foi apresentado em Praga, em 1998, na 8ª Conferência Internacional das Interações Homem-Animal, em Manila, em 2001, na 1a. Conferência Asia for Animals e, em 2003, em Reno, EUA, na 48a. Animal Care EXPO, entre outros eventos de destaque;

• Hoje, é modelo para ações semelhantes em vários municípios brasileiros (incluindo a cidade de São Paulo).


 

 

 

 





Cadastre-se e receba informações da ARCA:

NOME:

E-MAIL:








Reprodução de conteúdos
Estimulamos a reprodução de nossos conteúdos, desde que na íntegra, com créditos para a ong, ao autor (quando houver) e link para o site da ARCA notificando para arcabrasil@arcabrasil.org.br Edições de texto devem ser previamente consultadas. Não é permitida a reprodução de fotos.